Objetivos

Gerais -No final da ação os formandos deverão ser capazes de:Apreender os conceitos de descrição arquivística e de descrição multinível; Reconhecer a descrição como um processo contínuo, que atravessa todo o ciclo de vida dos documentos, destacando a importância de efetuar descrições normalizadas e consistentes da documentação de arquivo; Compreender a relação entre a técnica de descrição multinível, o conceito de unidade arquivística e a organização de um sistema de arquivo/conjuntodocumental; Conhecer e aplicar as normas de descrição arquivística, para a elaboração de registos descritivos da documentação de arquivo e do seu contexto de produção; Identificar os meios e processos da análise de conteúdo em documentos de arquivo; Distinguir os diferentes tipos de instrumentos de descrição e pesquisa.

Específicos-Esta ação tem por objetivo:Conhecer e aplicar as normas de descrição, propostas pelo Conselho Internacional de Arquivos (CIA), a diferentes unidades arquivísticas;Comparar as normas do CIA com outras propostas de normalização, em especial com propostas de definição de perfis de meta-informação para documentos de arquivo eletrónicos;Identificar categorias, objetivos, características e elementos de diferentes instrumentos de descrição e pesquisa;Compreender os fatores que condicionam as opções de descrição;Identificar os procedimentos de representação dos conteúdos; Reconhecer as vantagens e limitações da utilização da linguagem natural e das linguagens controladas;Reconhecer que a qualidade da análise de conteúdo garante a exaustividade e pertinência da recuperação da informação;Reconhecer a função das autoridades arquivísticas na análise documental;Distinguir os diferentes tipos de instrumentos de descrição e pesquisa.

Recursos Didáticos

Apresentação em PowerPoint, documentos de apoio, manual de curso.

Metodologias

Metodologiade Formação:O módulo será desenvolvido através de metodologias expositivas, ativas, demonstrativas e interrogativas, através da apresentação dos conteúdos, exercícios práticose discussão com os formandos sobre as perspectivas apresentadas.Metodologia e Critérios de Avaliação: As metodologias utilizadas para aferir e consolidar conhecimentos passam pela:Avaliação Diagnóstica:Esta avaliação assume a forma de questões orais colocadas aos formandos no início da sessão para conhecer e identificar os níveis de conhecimentos prévios dos formandos. Esta avaliação não é tida em conta para os resultados finais do formando.Avaliação Formativa:A Avaliação Formativa processa-se ao longo das sessões. Os critérios de avaliação são: A assiduidade, a pontualidade, a motivação, o espírito crítico, a iniciativa, o nível de participação, o relacionamento interpessoal e o domínio dos assuntos.A classificação final é expressa de acordo com a seguinte escala: Com aproveitamento(igual ou superior a 10 valores); Sem aproveitamento (inferior a 10 valores).A avaliação final “Sem aproveitamento” não dá direito à emissão de Certificado de Formação Profissional.O mesmo acontece se o formando não tiver uma taxa de assiduidade mínima de 90%.

Inscrições

Tendo em conta que esta ação de formação é um dos módulos do curso de “Introdução àArquivística”, será dada preferência / prioridade às inscrições para a frequência do curso de introdução completo.Devem ser remetidas através do preenchimento do formulário de inscrição em linha,até 5 dias antes do início da ação de formação,ou seja até dia 28de outubrode 2021O cancelamento da inscrição, nos 5 dias úteis anteriores ao início da ação de formação, obriga ao pagamento de 50% do valor total da mesmaMais informação em www.bad.ptO pagamento deverá ser efetuadoaté dia 28de outubrode 2021, utilizando os dados bancários da BAD disponíveis em http://www.apbad.pt/Downloads/Dados_fiscais_bancarios.pdf

Programa

1.CONCEITO, FUNÇÕES E TÉCNICAS DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (3h30)• Os conceitos de “descrição” e de “meta-informação”• Funções de controlo e de recuperação• A técnica de descriçãomultinível2.NORMAS DE DESCRIÇÃO (8h30)• Vantagens e constrangimentos da normalização• A norma internacional: ISAD (G)• O modelo português: as ODA-Parte I: documentação3.PLANEAMENTO DA DESCRIÇÃO (1h30)• Identificação e caracterização do objeto• Levantamento de necessidades de informação do serviço / público• Definição de prioridades4.INDEXAÇÃO EM ARQUIVOS (8h30)• Os conceitos de linguagem natural e linguagem controlada• Um conceito em evolução: Pontos de acesso e autoridades arquivísticas• Princípios e normas: ISAAR (CPF), ISDF, ISDIAH• O modelo português: as ODA-Parte II e III: autoridades arquivísticas, e escolha e construção de pontos de acesso controlados• O processo de análise de conteúdo informativo nos documentos de arquivo5.PRODUÇÃO DE INSTRUMENTOS DE ACESSO À INFORMAÇÃO (3h)• Os tipos de instrumentos de descrição e pesquisa• Bases de dados, portais e redes de acesso a recursos arquivísticos

Detalhes da Formação

  • Data(s): 08/11/202111/11/2021
  • Duração : 25 horas
  • Local: Lisboa
  • Código da formação: S02.3_21
  • Preço Associado: 200 € *
  • Preço Não Associado: 325 € *
  • Limite Inscrição: 28/10/2021
  • Estado: Realizada

(* isento de IVA

Inscrição