Editorial

Maria Paula Santos

Resumo


Neste tempo de desafios e mudança, o Conselho Diretivo Nacional da BAD faz de novo chegar aos seus associados e leitores a revista CADERNOS BAD, empenhados que estamos em que esta publicação continue o trabalho de divulgação de textos de reflexão e investigação na área das bibliotecas e arquivos.
Com este número duplo pretendemos recuperar – mesmo não tendo ainda passado um ano sobre a posse deste Conselho Diretivo – um atraso de três anos na edição de CADERNOS.
Aproveitando uma sugestão do anterior Conselho Editorial, que solidariamente se manteve em funções, estabelecemos contatos com os organizadores das Conferências do Cenáculo realizadas em Évora em 2010 e conseguimos reunir os textos das comunicações apresentadas a esse encontro científico sobre “A Biblioteca 2.0”, tema que consideramos de grande interesse e atualidade.
Como em 2010 se assinalou o 2.º centenário do nascimento de Alexandre Herculano, apresentamos um texto sobre esta grande figura da nossa cultura, que também foi bibliotecário e arquivista, pois entendemos que a esta revista compete igualmente manter viva a memória e a história das nossas bibliotecas e arquivos e daqueles que nelas trabalharam.
Neste número evocamos ainda, sentidamente, dois colegas que marcaram a nossa profissão e tão precocemente nos deixaram – Joaquim Mestre e Isabel Sousa.
Apesar das dificuldades com que a BAD se debate enquanto associação, é nossa firme intenção manter a regularidade da publicação de CADERNOS BAD, que, porém, terá que ter, pelo menos nos tempos mais próximos, periodicidade anual.
Já estamos a organizar o número relativo a 2011, pensando que, tal como este… vai valer a pena!


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO