Literacias de In(Formação) 3.0 em tempos de Web 2.0: novas perspetivas

Maria José Amândio

Resumo


As ideias apresentadas neste artigo resultam de uma reflexão sobre o futuro da convencional formação de utilizadores, terminologia atualmente superada pelos conceitos de ≪literacia de informação≫ ou ≪aprendizagem ao longo da vida≫. Ambas as áreas evoluem a par dos avanços tecnológicos, sendo importante analisar em que medida as mudanças potenciadas pelas tecnologias de informação e comunicação alteram o comportamento dos utilizadores das bibliotecas, suscitando novas necessidades de informação e de aprendizagem. Em presença desta evidencia, as bibliotecas tem de ser inclusivas e proporcionar programas de formação e aprendizagem que, entre outros aspetos, contribuam para melhorar as condições de acesso e uso dos serviços de informação na era digital, assim como, no cumprimento da sua missão, impulsionem a infoinclusao tecnológica.
A aposta no desenvolvimento de competências de informação ou dos media (acesso, seleção, avaliação, analise critica e comunicação) abrange distintos meios de comunicação que impregnam o nosso dia a dia, desde a televisão, cinema, radio, Internet ou meios impressos. Assim, em tempos de Web 2.0 e de processos de aprendizagem em rede, tudo aquilo que sabemos ou conhecemos e continuamente colocado em causa.
Em prospetiva, e feita uma breve introdução ao cenário dos Serviços de Referencia e In(Formação) em ambientes Web 3.0, como preparação para aquilo que o futuro reserva as bibliotecas.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO