Catálogo 2.0: nascido na biblioteca, criado pela comunidade

Filipe Bento

Resumo


Na sociedade atual em que os serviços Web 2.0 são omnipresentes, quer pelo numero e funcionalidades que oferecem, quer pela elevada adesão as mesmas (transversalmente a todos os tipos de utilizadores), já não se questiona a importância da sua adoção pelas Bibliotecas.
Pode-se e deve-se contudo questionar como as promover e manter, de modo a potenciar a missão da Biblioteca como elemento enriquecedor da Comunidade que serve, explorando as sinergias resultantes das interações associadas as atividades, sejam elas pró-ativas ou passivas, junto da Comunidade (dando e recebendo da mesma).
Algumas soluções, comerciais ou Open Source, oferecem já componentes Web 2.0 no cenário da descoberta de informação.
Estes componentes e o ambiente participativo e colaborativo associado ao seu uso podem ajudar no enriquecimento de sistemas de pesquisa e recuperação de informação, promovendo a Inteligência Coletiva pela partilha de informação revestida de conhecimento e avaliando os recursos encontrados, de modo a que os utilizadores seguintes, ao efetuarem uma pesquisa semelhante, obtenham em primeiro lugar os resultados mais pertinentes (ciclo “Procurar > Encontrar > Avaliar > Compreender > Partilhar”). Nesta comunicação e apresentado um modelo em que não apenas o documento e elemento de referencia mas, para alem dele, devera ser também o utilizador em si e toda a sua envolvente (atividades e informação associada ao seu perfil ou comunidades a que pertença), assumindo uma dimensão crucial na geração de informação adicional pelos próprios utilizadores o sistema, com possíveis mais-valias na criação e identificação de comunidades de utilizadores com interesses comuns.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO