A formação profissional BAD e o processo de Bolonha

António Santos Pereira

Resumo


Na transição do século XX para o século XXI, nota-se a tomada de consciência pela quase totalidade dos responsáveis europeus pelo Ensino Superior da necessidade de uma reforma do mesmo no sentido de o tornar verdadeiro catalisador de uma sociedade com maior mobilidade e acesso ao conhecimento.
Às Ciências da Informação e Documentação cabe qualificar o acesso à nova esfera de bens culturais disponibilizados em simultâneo em todo o planeta de forma inaudita respeitando os valores da pós-modernidade: a ecologia e a felicidade humana, o bem-estar do homem concreto, a partilha responsável do saber, a transparência dos actos económicos e políticos, a denúncia da corrupção e a desmistificação. A prodigiosa capacidade de acumulação de informação técnica, científica e humanista coloca desafios mais prementes aos profissionais BAD, de certa forma intermediários entre as duas principais esferas nos âmbitos do saber e da cultura: a dos autores e a dos consumidores, a do conhecimento e a da acção.
A sua formação deve, pois, assumir, em simultâneo e a todos os níveis, as características de unitária e plural, técnica e humanista e incluir tanto a Sociologia, a Cultura e a Psicologia, como o Direito, a Gestão e as técnicas de informação.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Parceiro institucional:

EBSCO