A BAD, de acordo com os objectivos consignados nos seus Estatutos, tem procurado intervir, de forma construtiva, para a promoção da Sociedade da Informação e em defesa dos interesses dos Profissionais da Informação portugueses. Esta página condensa as principais tomadas de posição públicas nestas áreas e constituem um contributo para a melhoria da qualidade dos Serviços e afirmação dos Profissionais.

Tomada de posição pública da BAD de apoio à campanha da EBLIDA “O Direito à Leitura Eletrónica” (The right to e-read)

Tomada de posição pública da BAD sobre a Decisão da Câmara Municipal de Lisboa de transferir 8 bibliotecas da Rede de Bibliotecas Municipais para as juntas de freguesia 

Tomada de posição pública da BAD sobre o Acesso Livre ao Conhecimento

23. Acesso Livre ao Conhecimento

356.60 KB 10 Downloads

Tomada de Posição Pública da BAD, sobre a Portaria 76/2011, relativa à situação das Bibliotecas Escolares 

Tomada de posição da BAD sobre Concursos da Administração Pública nas áreas funcionais de arquivo e biblioteca Posição aprovada na Assembleia Geral Extraordinária da BAD, realizada a 7 de Abril de 2010, em Guimarães. A moção foi aprovada sem votos contra e com uma abstenção.

Tomada de posição da BAD sobre a Portaria n.º 756/2009, de 14 de Julho
Posição aprovada na Assembleia Geral Extraordinária da BAD, realizada a 7 de Abril de 2010, em Guimarães. A moção foi aprovada com dois votos contra.

Acede aqui ao Decreto-Lei n.º 121/2008 

Na sequência da publicação do Decreto-Lei n.º 121/2008, D.R. n.º 133, Série I, de 11-07-2008, que extingue as carreiras e categorias cujos trabalhadores transitam para as carreiras gerais, o Conselho Directivo Nacional apela à mobilização de todos os associados , através da Circular n.º 8 de 30 de Julho, no sentido de informarem a Associação de todas as situações em que, ao abrigo da nova legislação, as funções até ao momento desempenhadas por profissionais especializados na área das Ciências da Informação e Documentação corram o risco de passar a ser desempenhadas por profissionais sem formação específica na área.

Parecer em 2 de Junho de 2008, sobre o regime de carreiras de pessoal das áreas funcionais de biblioteca e documentação e de arquivo face à Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro, publicada no D.R. n.º 41, Série I, Suplemento de 2008-02-27, que estabelece os regimes de vinculação, de carreiras e de remunerações dos trabalhadores que exercem funções públicas, a Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (BAD)

Circular n.º 8 de 16 de Julho de 2007, que dá a conhecer a proposta da BAD para alterar o Decreto-Lei n.º 332/97

Ver igualmente o ponto 6 “Em defesa do empréstimo público nas bibliotecas públicas”

Informação aos associados de 21 de Dezembro de 2006

Petição “Em defesa do empréstimo público nas bibliotecas portuguesas”

Notícias da TSF

https://bad.pt/wp-content/uploads/2021/10/posterEmprestimo.jpg

    Tomada de posição e Declaração do Conselho Directivo Nacional de BAD sobre o projecto de diploma destinado a regulamentar a aplicação da Lei do Depósito Legal (21/12/2002)

      “Pelo despacho conjunto 273/2002, dos Ministérios da Educação, do Trabalho e da Solidariedade e da Cultura, publicado em 11 de Abril de 2002, foi criado, na área de biblioteconomia, arquivo e documentação, o Curso de Especialização Tecnológica de Documentação e Informação…” 

        O Conselho Directivo Nacional elaborou uma proposta de reestruturação, das carreiras das áreas funcionais de arquivo e de biblioteca e documentação da Função Pública…

        Tendo por base razões de defesa dos legítimos interesses dos profissionais do sector mas também da defesa da qualidade dos serviços de biblioteca e de arquivo, o Conselho Directivo Nacional definiu as seguintes reivindicações em matéria de carreiras profissionais…

        Falta o ficheiro [http://apbad.pt/Downloads/propostaCarreira.pdf]

          Tomada de posição sobre devolução de originais insertos em processos da PIDE/DGS

          2. Nota de Imprensa 1/96

          40.99 KB 4 Downloads

          “A política arquivística nacional deve ser encarada no âmbito de uma Política Nacional de Informação e constituir parte integrante de uma visão estratégica capaz de impulsionar o desenvolvimento integrado do país…